Estudos, Pesquisas e Indicadores Financeiros

Artigos e Livros > Diversos

Acesso ao Mercado de Capitais – Diagnóstico e Propostas

Autores: Carlos Antônio Rocca e Lauro Modesto dos Santos Junior

É um projeto de pesquisa visando identificar os fatores que tem limitado o acesso das empresas ao mercado de capitais brasileiro, mediante emissão de ações ou de títulos de dívida. O objetivo é utilizar esse diagnóstico para identificar propostas
visando facilitar a captação de recursos nesse mercado, inclusive por empresas de menor porte, com abertura do capital e emissão de ações ou emissões de títulos de dívida, estas ultimas também por empresas de capital fechado.


 

Revista de Administração da Universidade de São Paulo (RAUSP)

RELAÇÃO TRIMESTRAL DE LONGO PRAZO ENTRE OS INDICADORES DE LIQUIDEZ E DE RENTABILIDADE: EVIDÊNCIA DE EMPRESAS DO SETOR TÊXTIL

Autores: Renê Coppe Pimentel e Iran Siqueira Lima

Neste artigo, analisa-se a relação temporal de longo prazo entre os indicadores de liquidez e rentabilidade para um grupo de empresas abertas do setor têxtil brasileiro, com dados trimestrais entre março de 1995 e março de 2009. As hipóteses do trabalho são de que existe relação temporal positiva entre os indicadores de liquidez e rentabilidade nos médio e longo prazos, ou seja, uma baixa liquidez pode deteriorar uma alta rentabilidade, ou vice-versa, e é possível verificar uma tendência geral para causalidade de Granger entre os indicadores. Os resultados sugerem que existe relação temporal positiva e mostram que as empresas apresentam causalidades de Granger em sentidos diferentes (tanto no sentido rentabilidade- -liquidez como no sentido liquidez-rentabilidade). Assim, apesar do inter-relacionamento de longo prazo, não foi possível estabelecer uma relação única sobre a direção da causalidade.

Palavra-chave: rentabilidade, liquidez, gestão do capital de giro, análise de séries temporais.

Clique aqui para visualizar o texto completo


Revista de Contabilidade e Organizações da FEA-RP/USP

O MERCADO DE DEBÊNTURES E O FINANCIAMENTO PRODUTIVO NO BRASIL: UMA ANÁLISE DE CAUSALIDADE

Autores: Renê Coppe Pimentel, Edna Ferreira Peres, Gerlando Augusto Sampaio Franco de Lima

Resumo
Este artigo analisa a evolução do mercado brasileiro de debêntures e seu papel no financiamento empresarial entre 1994 e 2009. Além de descrever o mercado de debêntures, o artigo verifica, por meio de análise de cointegração e causalidade, se existe relação temporal de longo prazo entre o mercado de debêntures e o crescimento econômico brasileiro e a direção da relação. Adicionalmente, compara-se o mercado de debêntures vis-à-vis o mercado de crédito bancário como instrumentos complementares e concorrentes no financiamento produtivo brasileiro. Os testes sugerem que existe cointegração significativa entre as variáveis em estudo e que, de maneira geral, o mercado de debêntures é causa-Granger do crescimento econômico, ou seja, existe evidência significativa de que o aumento no volume de debêntures impulsiona o crescimento econômico. Também se verificou que o mercado de debêntures parece ser mais relevante do que o mercado de crédito bancário para influenciar o crescimento econômico.


OUTROS ESTUDOS